Coluna do Bem

Conhece o Kefir?

Coluna do Bem - Matérias - abril de 2018

O kefir, também conhecido como iogurte da Bulgária, é um produto fermentado rico em probióticos (bactérias benéficas que vivem no intestino e melhoram a saúde geral do organismo, sendo encontrados nos alimentos ou em suplementos). Pode ser feito a base de leite ou de água para atender aos veganos.
No caso do Kefir de água, possuem grãos pequenos, translúcidos ou caramelos e dependem do açúcar que você usa e tem a aparência de micro cristais. Quando bem cultivados produzem uma rica bebida probiótica e continuam crescendo indefinidamente.
Kefir de água

Para preparar é super simples. Os grãos são cultivados em água adoçada com açúcar mascavo ou açúcar orgânico (nunca use mel). As bactérias presentes nos grãos metabolizam o açúcar, transformando em um conjunto de microrganismos benéficos, repleto em vitamina, aminoácidos e enzimas. Ou seja, o kefir de água fermenta na água com açúcar mascavo “se alimentando do açúcar”. Assim como o kefir de leite se alimenta da lactose do leite.Como toda bebida fermentada, a cultura de kefir de água produz uma quantidade pequena de álcool, que varia de 0.5% a 0.75%, dependendo o tempo de fermentação e a quantidade de açúcar.

Quanto de Kefir consumir por dia:
Tomar kefir em jejum é o mais recomendado para o seu corpo aproveitar ao máximo. Se você quer usar o kefir como um remédio natural preventivo com um copo em jejum ou no meio da manhã é perfeito.
Benefícios do Kefir:
É desintoxicante.
Regenera a flora intestinal.
Melhora as defesas.
Favorece a digestão.
Evite a constipação.
Equilibra a flora bacteriana.
Produzir a síntese de vitamina B.
Ajuda a reduzir o colesterol.
Age como laxante.
Ajuda a tratar eczemas.
Regula a pressão arterial.
Colabora na perda de peso.
Ajuda em casos de ansiedade, depressão e sono.
Fornece fósforo, potássio, cálcio e vitaminas.
Não é necessário lavar os grãos entre um cultivo ou outro, mas recomenda-se fazer isso uma vez na semana. Depois de peneirado, lave os grãos com água filtrada e depois reinicie o processo.
Para cada litro de água recomenda-se usar cerca de 3 a 4 colheres (sopa) de grãos de kefir. Se usar mais o processo de fermentação será mais acelerado. Você saberá que o kefir está dando certo quando, depois de fermentado, a água estiver mais clara e com um gostinho mais azedinho. Além da água com açúcar é possível usar suco de frutas e água de coco para fermentar. O ideal é separar grãos específicos para essa finalidade porque os grãos usados para fermentar os sucos irão dar um gosto diferente na água. Se notar que os grãos estão ficando fracos, colocá-los na solução de água com açúcar pelo menos uma vez a cada duas semanas, descartando a água. Nunca consumir o kefir que apresentar gosto ou cheiro estranho. É normal um cheiro de fermentado e um sabor um pouco mais ácido.

Busca



Publicidade