Novo filme de Denzel vale o ingresso

Matérias - O que rola por aí? - agosto de 2018

Você gosta de Denzel Washington? Imagino que sim. E se gosta quando ele encarna aquele justiceiro que enrola os bandidos e os entrega para a polícia, Só que , a frente do personagem , está um ator de primeira linha ganhador de OSCAR, Denzel.

 

O Robert McCall tem  seus fantasmas do passado  e são muito mais lembranças do luto do que necessariamente assombrações de um ofíciol.   McCall permanece segue em O Protetor 2 com com seus trejeitos característicos, o carisma que transpira nos sorrisos e nas broncas, o jeito pastoral de discursar.

O filme segue na  pregação  central, e isso aparece em vários momentos em que o ‘mal’ é  associado ao pecado e  espreita e corrompe os pobres de espírito. Numa cena, por exemplo, um passageiro do táxi de McCall recorre à Bíblia para não sucumbir à bebida. O próprio Denzel surge em cena lendo Ta-Nehisi Coates e vestido de muçulmano na sequência do trem na Turquia, o que logo de cara já evoca as trajetórias cruzadas do Islamismo e do movimento negro americano para reivindicar uma primazia da correção moral.

O Protetor 2 adapta e atualiza questões sociais, defende as minorias num novo contexto (não apenas os desfavorecidos, mas principalmente os alvos de ódio, como os imigrantes árabes), mas o discurso não muda: Denzel bate na porta de traficantes para não deixar os garotos fugirem da escola, dá sermão e indica livros, com os olhos marejados.

Vale o ingresso temos  se você quer ver um McCall como a figura do pistoleiro solitário à John Wayne, fadado a realizar seu trabalho civilizatório e moralizante até o fim dos seus dias (os planos finais de McCall sentado diante da janela na casa da praia evocam de John Ford a Clint Eastwood). 

Recreio Shopping

 

SALA 1
DUB
  • 15:00

  • 17:25

  • 19:50

Américas Shopping

SALA 2
LEG PREMIUM
  • 19:00
  • 21:30
  • SALA 6
LEG CINÉPIC
  • 20:40

SALA 6
DUB CINÉPIC
  • 15:40

  • 18:10

Busca



Publicidade